Categorias
blog

Isto de “bloggar”

Cada uma das minhas tentativas de recomeçar este weblog é assaltada pelo medo do “vício”.
Porque sou um rapaz de vícios, capaz de ficar assim, como agora, até às 4 e 28 da manhã (não é a primeira destas madrugadas), a fazer pequenas edições do aspecto e conteúdo de tudo isto.
A estudar os “templates”, para perceber o XHTML e o CSS usado. Nem sequer a tentar acertar com nada… apenas a “brincar” com os pormenores invisíveis.

Cada uma destas madrugadas, afasta-me do “blogger” por uns tempos. Por medo de não ser capaz de deixar a plataforma ficar estável e quieta e cumprir, de facto, o seu objectivo: ser o suporte da minha disciplina mental, da minha necessidade de pensar escrevendo.
Quase sem excepções, o discurso curva-se sobre si próprio e acabo a discutir o acto de “bloggar”, num ciclo vicioso e viciante que já provou a sua perigosidade noutros contextos.

Talvez agora, escrito isto com as letras todas, possa encarar de novo a ideia simples de “escrever”. Registar.

Quanto mais não seja, como remédio para a tendinite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.