Categorias
blog

Apatia no Porto?

Uma nota de SERVIÇO PÚBLICO:

Para quem se queixa de falta de actividades aqui pelo Porto, aqui está mais um fim de semana a provar o contrário. Todos os concertos são acessíveis e no centro do porto (excepto o do porto rio, a 5 min do centro, de carro). Domingo toca o Anthony Pateras, um dos maiores nomes mundiais da cena electroacústica / improvisada, com discos editados pela Tzadik do John Zorn e com o selo de “melhor disco do ano até ao momento” pela revista Wire, a propósito do seu último disco. Falta mais alguma coisa? Talvez mudar o evento para Serralves, Casa da Música ou Teca, para assegurar casas cheias de convidados(as) elegantes que prestam tanta atenção à música como à quinta das celebridades na TVI…
Vá lá, não sejam amorfos e coniventes com as modinhas da noite.
Saúde,
Gustavo

Sexta 15 outubro
BEAST BOX (bass, beats and noise)
Benjamin Brejon (frança) – electrónica
Jonathan Saldanha (portugal) – electrónica
Espaço Artes Múltiplas (junto ao jardim de S. Lázaro)
22h30 / 3 euros

Sábado 16 Outubro
Space 2004 (festa de encerramento do festival)
Quinteto de terror sónico improvisado com:
Jorge Queijo – bateria
Gustavo Costa – bateria
Henrique – Contrabaixo
João Martins – Saxofone
João Figueiredo – Saxofone
Porto Rio (Barco) – Massarelos
23h59 / grátis com direito a surpresas(???)

Domingo 17 Outubro
Anthony Pateras (austrália) – piano preparado, electrónica
Sean Baxter (austrália) – percussão
David Brown (austrália) – guitarra preparada
Maus Hábitos – Rua Passos Manuel
22h30 / 3 euros

Um comentário a “Apatia no Porto?”

O Quinteto de Terror Sónico da Festa de Encerramento do Space 2004 passou a Tri(o)buto a Painkiller, com as impossibilidades do Jorque Queijo e do João Guimarães (a inclusão do nome do João Figueiredo neste programa era um lapso).

O verdadeiro Power Trio!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.