Categorias
blog

Portugal Hoje: O Medo de Existir

O livro de José Gil é de Novembro de 2004, mas só agora o pude ler.
É um “ensaio” polémico, que propondo-se abordar o problema das «mentalidades», debruçando-se especificamente sobre alguns traços característicos da «mentalidade portuguesa», enfrenta à partida um conjunto considerável de riscos.
Mas o exercício, realizado por “um dos 25 grandes pensadores de todo o mundo”, segundo o Nouvel Observateur, resulta em pleno.

Um olhar sobre alguns dos males paralisantes da «mentalidade portuguesa», objecto do seu estudo, com a apresentação e definição de alguns conceitos-chave ao explorar o papel do «medo» e dos mecanismos de «não-inscrição» e «infantilização» nas dinâmicas da sociedade portuguesa, na «desastrosa» transição entre um «regime autoritário» e uma «sociedade de controlo».

Uma óptima referência e de leitura fácil.

Ainda escreverei mais qualquer coisa a propósito, nomeadamente no que ao último capítulo diz respeito (que transforma o livro num curioso documento histórico), mas para já, fica a sugestão de leitura, que repeti no Praxe Nunca Mais e no Cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.