Categorias
blog

“Sede”, de Jorge Cruz

Os cartazes na rua apanharam-me desprevenido.
Parabéns, Joca. E aquele abraço.

“Sede” é o título do álbum que marca a estreia de Jorge Cruz a solo, e, certamente, de um dos mais surpreendentes acontecimentos editoriais deste ano.
Depois de ter dado voz a projectos como os Superego e O Pequeno Aquiles, Jorge Cruz dá agora um passo decisivo na sua carreira, iniciando, com “Sede”, um percurso em nome próprio, que promete transformar-se num dos mais interessantes da nova canção portuguesa.

“Sede” é um excelente álbum, eminentemente acústico, composto por nove belíssimas canções, onde Jorge Cruz se expõe de uma forma absolutamente desarmante, pela honestidade e simplicidade com que nos revela o seu mais intimo universo, e pela inquestionável qualidade da sua escrita.

“Balada de Sede”, “Lua no meio”, “Adriana”, “Fado de uma rua qualquer”, “Perdas e danos”, “Setembro, 18”, “Canção da tua rua”, “Brincar com o fogo” e “Roupas (parte 2)” – as canções que compõem “Sede” – são daqueles momentos singulares em que a música parece que ganha vida própria, pedaços de uma vida que é tambem um pouco de todos nós, qualidades que fazem com que estes temas sejam já autenticos clássicos, intemporais, frutos de um talento que concerteza irá marcar os próximos anos da música portuguesa.

do site da Valentim de Carvalho

«Sede» – Jorge Cruz
Centro Cultural e de Congressos de Aveiro
Cais da Nova Fonte, apartado 1520
tel: 234-400350
30-03-2005
22h00
Entrada: Entrada Livre

Depois das experiências com os Superego e com o projecto O Pequeno Aquiles, Jorge Cruz volta aos discos com um álbum que marca o arranque para uma carreira em nome próprio.

«Sede» é o nome deste trabalho que será editado pela Nortesul no fim de Maio. «Sede» é o primeiro passo de um nome que irá marcar certamente o panorama da nova canção nacional, e Jorge Cruz um cantautor que dará muito que falar.
O primeiro single “Fado de Uma Rua Qualquer” estará brevemente no éter radiofónico.

no site Guia das Cidades

Um comentário a ““Sede”, de Jorge Cruz”

Boa tarde.
Gostei mt do post sebre Jorge Cruz, album Sede mt bom.

Tenho andado à procura dos albuns dos Superego e do Pequeno Aquiles mas nao encontro… podes dar uma ajuda?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.