We resist, mazenkerblog no Mercado Negro

mazenkerblog no Mercado Negro

A Associação Cultural Mercado Negro associa-se a um gesto de alerta
pela actual situação no Líbano e de solidariedade para com as vítimas do
conflito. O ponto de partida será o trabalho – e testemunho – do músico e artista
gráfico libanês Mazen Kerbaj, que durante o conflito, e num acto de resistência,
tem continuado em Beirute a publicar os seus textos e desenhos na internet,
bem como a fazer sessões de música de improvisação com outros músicos.
Muitos dos seus desenhos estarão expostos no Mercado Negro e,
tal como o conflito, sem datas definidas.

DOMINGO, 13
22h, na sala vermelha do Mercado Negro
sessão de música de improvisação livre
exposição de desenhos e textos de Mazen Kerbaj
http://mazenkerblog.blogspot.com

A iniciativa partiu de João Martins, de que transcrevemos o seguinte texto:

“Estamos a tentar divulgar a necessidade de se combater o que se passa no Líbano.
O nosso símbolo é o trabalho do músico e artista gráfico libanês Mazen Kerbaj e queremos encontrar novas formas de divulgar o trabalho dele e a situação em que se encontra.
Ele e todos os libaneses. Todos os israelitas. Todo o mundo.
Queremos correponder ao apelo dele para que não deixemos esquecer o que se está a passar e para que falemos. Falemos com a família, com os amigos, com desconhecidos, com as paredes… Queremos falar para nos podermos ajudar uns aos outros a agir.
A resistir. Como podemos e sabemos.

A partir de domingo, os desenhos e palavras de Mazen Kerbaj povoarão vários
espaços do do Mercado Negro. Mostramos e partilhamos a visão dele e
pedimos a todos os visitantes que resistam.

No domingo à noite, pelas 22h, juntamo-nos para uma sessão de improvisação,
como as que Mazen e os seus amigos músicos de Beirute têm continuado a realizar
durante o conflito, acompanhada da projecção de alguns dos seus desenhos e a
leitura de algumas das suas palavras. A entrada e a participação é livre.”

João Martins

20 pensamentos em “We resist, mazenkerblog no Mercado Negro

  1. Pingback: diário de bordo » Arquivo do Blogue » podcast: We Resist 001

  2. Its like you read my mind! You appear to understand a lot approximately
    this, such as you wrote the ebook in it or something. I think that
    you just could do with some percent to pressure the message
    house a little bit, but instead of that, this is
    magnificent blog. A great read. I’ll definitely be back.

  3. Hi! I understand this is somewhat off-topic
    but I needed to ask. Does operating a well-established website
    such as yours take a massive amount work? I am completely new
    to blogging but I do write in my diary on a daily basis.
    I’d like to start a blog so I can easily share my own experience and feelings online. Please let me know if you have any kind of ideas or tips for new aspiring blog owners. Thankyou!

  4. It is perfect time to make some plans for the future and it is time to be happy.

    I have read this post and if I could I desire to suggest you
    few interesting things or tips. Perhaps you could write next
    articles referring to this article. I desire to read more things about it!

  5. You actually make it seem so easy with your presentation but I find
    this topic to be really something which I think I would never understand.
    It seems too complicated and very broad for me. I am looking forward for your next post, I’ll try to get the hang of it!

  6. Unquestionably believe that which you said. Your favorite reason appeared
    to be on the web the easiest thing to be aware of. I say to you,
    I certainly get annoyed while people think about worries that they plainly don’t know about. You managed to hit the nail upon the top as well as defined out the whole thing without having side-effects , people can take a signal. Will likely be back to get more. Thanks

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>