Como é que o hi5 pode ser tão mau?

As plataformas de social networking mais populares são, regra geral, as piores em termos de funcionalidades, estrutura base e rigor e robustez do código. O MySpace e o hi5 são bons exemplos de como as piores práticas (im)possíveis e (in)imagináveis em termos de programação dão origem a plataformas com um crescimento “assustador” e que acabam, infeliz e perigosamente, a ditar tendências de utilização e rotinas-padrão para muitos utilizadores finais da web.

O crescimento mais modesto de projectos como o Virbº e a Last.fm, por outro lado, mostram como o rigor no design e no código estão longe de ser critério na escolha das plataformas. Em bom rigor, as pessoas escolhem e usam as ferramentas de interacção social como quem escolhe o(s) café(s) e discoteca(s) a que vai: uma pequena parte da decisão depende do gosto pessoal, uma parte significativa, do “grupo” a que se pertence, uma outra ainda, dos grupos a que se quer pertencer.

(Deixo ao vosso critério a interpretação do facto de estar presente em todas estas plataformas.)

Mas o que não me cansa de surpreender é como o hi5 é mau. Em coisas básicas como a codificação de caracteres, por exemplo, é quase pré-histórico:

hi5 e a codificação de caracteres: como é que o hi5 pode ser tão mau?

Ó senhores, nunca ouviram falar do Unicode? Até dá para pôr texto de pernas para o ar

E o pior de tudo isto é que, pelo número de pessoas que se vê a abdicar no hi5 do uso de acentos, cedilhas e outros caracteres fundamentais do português bem escrito, fica-se a perceber que há muita boa gente a quem a debilidade da plataforma em nada prejudica.… será que é considerado prático pela “geração SMS”?

É triste. :(

22 pensamentos em “Como é que o hi5 pode ser tão mau?

  1. O mais estranho é que até existe um grupo ou clube ou lá o que é, que fez pressão para que existisse hi5 em português e que depois terá batalhado com sucesso (segundo dizem) para ter acentos e cedilhas.
    Eu, em algumas páginas vejo esses acentos e cedilhas, de facto, mas na generalidade dos lugares do hi5 só vejo aquelas trapalhadas que a imagem mostra.
    E eu não sou propriamente info-bruto… o que é que me (nos) escapa no meio disto tudo?

  2. O Hi5 não sei, mas no MySpace nem lhe toco. É pena porque até tenho alguns amigos com páginas de projectos musicais lá alojadas, mas não consigo. Ele é música a tocar, ele é imagens de fundo com 2 megas, ele é texto verde em fundo verde. Houve uma época na internet em que eu copiava regularmente páginas inteiras para um documento do word para as conseguir ler como deve ser. O MySpace faz-me lembrar demasiado esses tempos.

  3. A questão fundamental é que a “base” é horrível e, por estranho (mas previsível) que pareça, a maior parte das pessoas opta— é mesmo isso, opta—, por fazer ainda pior.
    Eu tenho lá a minha página e durante os primeiros meses recusei-me a mexer nas entranhas daquele “bicho” (tu não imaginas o tipo de código usado e o tipo de “hackery” que se tem que fazer para personalizar as coisas)… depois descobri este artigo do Mike Davidson e pensei que se usasse a estratégia dele para fazer alguma coisa remotamente interessante no meu perfil, conseguiria convencer alguns dos meus parceiros a seguir o exemplo (ou pedir ajuda). A verdade é que a malta parece “curtir” o psicadelismo que o mau código dos anos 90 parece trazer naturalmente.
    Go figure…

  4. Pingback: Fadiga Social at diário de bordo

  5. Hi5, na minha opinião, não é para gente. Até têm a canção que diz; “Há animais, dentro de mim!” Por exemplo, a minha filha de 18 anos, que eu sei que não é lésbica, diz lá que o é!… E outras coisas de bradar aos Céus! Tentei denunciar as estupidezes e quiçá encontrar alguém que a ajudasse a ter um pouco mais de tento na e-língua e o que é que aconteceu?… Fui barrado de lá entrar. Quer dizer, a leitura que me resta é a de que quanto mais pró horrendo, melhor. Será que vamos a algum lugar decente desta maneira???… Não sei…

  6. A quantidade de comentários a este artigo e a popularidade do termo “hi5″ nas pesquisas que originam visitas a este blog são razão mais do que suficiente para pensarmos se a evidência de que “só entra no hi5 quem quer” nos deve desviar de ter espírito crítico.
    Certo?

  7. eu tenho hi5… e n concordo cm maior parte daquilo…
    qem qer ter hi5 qe o crie…o qe o sr. joao rodrigues disse em cima” Por exemplo, a minha filha de 18 anos, que eu sei que não é lésbica, diz lá que o é!…” nnao tem nada a ver

  8. é assim…na minha opiniao o hi5 é uma coisa muito normal e q , actualmente, ñ tem prigo nem problema nenhum!
    pudemos (na boa) privar aqilo tudo! sem problemas!
    q eu saiba um hi5 tem como funçao, geralmente, conhecer pessoas etc…
    eu concordo com o “virus” e o “ni”!
    e se voces adultos ñ concordam, nos temos q respeitar! proibam os vossos filhos! a mim os meus pais ñ me proibem pq tem confiança em mim e sabem perfeitamente o q eu posso ou ñ fazer!

  9. concordo ali com o ‘virus’ e com ‘ni’ só tem hi5 qem qer ! e qem num percebe num se inscreva ! e o hi5 é uma das maneira de sociabilizar’mz !

  10. bom… nota.se qe aqi podemos encontrar varias opiniões… sendo elas críticas ou não. Talvez os adultos hoje-em-dia preocupam.se com o facto de os filhos poderem te acesso a praticamente tudo na “net” (o qe pode ser perigoso, o qe os leva a desconfiar em maior parte das vezes, mas por outro lado, pedágogico…).Mas como a opinião qe vejo ali em cima é qe: “a minha filha de 18 anos, que eu sei que não é lésbica, diz lá que o é!…” Se a filha o é, talvez declare isto num site(exemplo: hi5) onde pode haver milhares como ela (típico destes sites). Ou até mesmo por brincadeira!

    Sou uma adolescente e tenho hi5, mas para ser sincera, nao é algo qe me interessa muito… talvez apenas para fazer novos amigos, exibir nossas fotos na net, etc… mas estão certos, ‘só o faz qem qer’!

    mas tambem pode haver por outros motivos… alguns adolescentes gostam de “estar na onda”. Talvez o façam para ser mais populares… porqe visitam o hi5 de outos jovens e vêem a qantidade de amigos, comentarios, pessoas interessadas em os conhecer… Mas tambem existem o “cabeças limpas” qe o fazem apenas por gozo, mas qe não se interessam muito naqilo…
    há sempre opiniõs diferentes… mais descutidas e debatidas pelos jovens e os adultos(talvez os pais- preocupados na maioria da vezes). Mas… neste mundo da net qem tem razão??? PAIS X FILHOS \ JOVENS X ADULTOS ???

    - os pais acham qe dão muita liberdade aos filhos

    - os filhos pensam qe os seus pais o prendem muito!

  11. Quanta demagogia…Enquanto se tiver tanto preconceito nesse País,nunca seremos de 1o Mundo!As pessoas tem livre arbítrio prá fazer oq quiser de suas vidas,desde que informadas sobre o certo e o errado!Agora vir aqui e tentar fazer 1 lavagem cerebral nas pessoas que não sabem expressar sua personalidade,parecem membros de Seitas!Se não gostam ou querem que seus filhos não o façam,que seja…Mas há gosto para tudo e vivemos numa Democracia ou não?Há coisas piores nesse País,como:A fome,desemprego,mensalão,etc..Pq não vão viver suas vidas na boa e deixam os outros em PAZ?

  12. o hi5 nao é mau se tivermos cuidado a aceitarmos alguem que nao conhecemos nem devem por fotos nossas pois quem quiser tirar pode por num site porno… se tiverem hi5 tenham muito cuidado com o que pode acontecer e se nao acreditam nao vos posso convencer de mais nada

  13. Ahahah adoro esta juventude (da qual eu faço parte) que aparentemente não consegue ler e interiorizar algumas palavras e começam a comentar coisas que nada tem a ver com o que se fala.
    Não se está a falar da segurança ou privacidade (para já privacidade parece ser nula, tirando aquele inquebrável sistema do “só os amigos podem ver este profile) mas sim da fraca programação e do design horrível. Se o uso do site não passa dos comentários dos ursinhos claro que é perfeito para qualquer um, tenha bom ou mau gosto. No entanto toda a secção da biografia gostos e afins é uma autêntica confusão, não se consegue perceber realmente o que se está a ler ou há uma noção de que existem separadores duplicados com nomes diferentes.
    Outra infelicidade: os convites irritantes das aplicações! Não importa o quanto se bloqueie a aplicação, os convites vão estar sempre a chegar, mesmo por mensagem! E sem falar nas alturas em que não se recebem notificações de comentários e afins mas com certeza que se recebe todo o spam possível.
    Mais: que tipo de site de ligações é este que só permite o contacto para com a equipa hi5 se pagarmos pelo serviço? Quando há alguma falha terrível com o site não há nenhum contacto a que se possa recorrer! E já agora, quem é que paga por aquele mau gosto todo? E qual é a equipa responsável por aquilo tudo?

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>