Eu consegui!

Apesar desta não ser a melhor altura (as primeiras noites dum pai estreante não são fáceis), achei boa ideia experimentar correr os 10 km da Corrida Cidade de Aveiro por várias razões, das quais se destaca achar que as manifestações desportivas não-futebolísticas merecem todo o apoio. Escolhi os 10 km, em vez dos 5 km, porque me queria testar um bocadito e tenho uma costela masoquista para exercitar. O objectivo era terminar a prova e consegui!

Eu no fim da Corrida Cidade de Aveiro, fotografia do João Oliveira

Ser o último a terminar (não faço ideia quantas pessoas começaram a prova) acabou por ser extremamente divertido, porque tive escolta duma mota da BT nos últimos quilómetros, o que me fez sentir como o nosso primeiro-ministro quando vai ao jogging. ;)
Gostei bastante da experiência e vou começar a pensar em fazer isto com mais frequência. E mais depressa, também.

Um obrigado especial ao João Oliveira, em cujo blog vi a referência à corrida e que me fotografou na meta, meia hora depois de ter terminado os seus 5 km.

Acho que, mais uma vez se provou que Aveiro devia ter um calendário mais preenchido de eventos deste tipo (atletismo, ciclismo, triatlo…).

5 pensamentos em “Eu consegui!

  1. Quanto muito, vinham correr comigo, ou à minha frente, a puxar.
    Se for experimentar o Triatlo, em Julho, aí sim, aceito gritos e lágrimas de apoio (e/ou de crocodilo).

  2. reparem so na camisola.. e o logo de um projecto dele junto do dos patrocinadores, do nome dele e do numero na corrida.. bem qualquer dia temos o joao martins o henrique e o gustavo a correr junto com uma camisola de lost gorbachevs hackada… ou melhor ainda mais algum pessoal e uma camisola de space quintet ou lost gorbachevs.. por acaso nao tinha mesmo reparado.. brutal.. e depois tb tem outra coisa.. tas sem barba (acho que das duas vezes que nos encontramos na vida real – na zdb e no censura – tavas de barba) por isso foi assim um pouco choque.. quanto ao triatlo, coragem.. se quiseres apareço tb e assim os crocodilos ja podem fazer um banquete

  3. @tiago: a camisola não é dum projecto meu. É uma ilustração do músico e ilustrador libanês Mazen Kerbaj, que eu usei numa performance alusiva aos acontecimentos em Beirute há uns anos atrás.
    Mas fazer uma prova desportiva deste género a divulgar projectos de música experimental e improvisada é uma óptima ideia. ;)

Responder a catarina Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>