Estado da Nação: nota de rodapé #1

Hoje começaram as candidaturas ao Ensino Superior. Os candidatos, jovens finalistas do ensino secundário, podiam optar entre um processo online ou um processo presencial, com filas que começaram à porta de escolas em capitais de distrito durante a madrugada.

Segundo os testemunhos recolhidos por alguns canais de televisão, junto dos jovens que optaram pelas filas e por manipular papelada, uma parte significativa destes candidatos optou mesmo por evitar a Internet, por desconfianças várias e dificuldades umas mais óbvias do que outras.

Este é um preocupante, ainda que superficial, indicador do Estado da Nação, que se discute hoje na AR: esta geração de jovens que não confia na Internet para fazer as suas candidaturas ao Ensino Superior é a mesma a quem o Estado financia a aquisição de portáteis e banda larga móvel, num país em que um vasto conjunto de procedimentos na relação com esse mesmo Estado passa obrigatoriamente pela Internet.

Será tudo uma piada de mau gosto, um enviesamento de informação pela comunicação social? Ou estamos mesmo perdidos num pântano?

4 pensamentos em “Estado da Nação: nota de rodapé #1

  1. Não sei quais os termos da candidatura on-line, mas pelas declarações dos candidatos, pareceu-me que não existe margem de manobra para erros, quer do candidato, quer do sistema.
    Sendo assim, fazia o mesmo. E agora até é por ordem alfabética, com filas de (só) 30 minutos! No nosso tempo… enfim!

  2. Não defendendo de maneira alguma o governo, mas quais são os numeros das inscrições online? Ainda devem ser bastante altos.
    De qualquer forma compreendo a apreensão, nem que seja por conselho dos mais velhos, já muita coisa correu mal com os sistemas on-line do governo. E como dito anteriormente… não há lugar a falhas.

  3. No ano passado lembro-me de ver uma entrevista a um “candidato” com uma linha de raciocínio deste género:

    Jornalista: Então estás aqui na fila há 2 horas porquê? Podias ter feito a candidatura online!
    Candidato: Aqui é mais seguro… Na internet podemos ter problemas, erros, não ficava descansado.
    Jornalista: Então e vais-te candidatar a que curso?
    Candidato: Engenharia informática…

    lol…

  4. eu tb sou desconfiado em relação a determinadas coisas.. o medo e sempre um imperativo no que diz respeito ao desconhecido.. mas sim, o estado da nação e alarmente com meninos que querem os portateis daquele senhor que a gente nem diz o nome dele de tao horripilante e tenebroso e ofensivo a cultura intelectual ocidental e que so querem saber de jogar counter-strike e estar no hi5 (em relação ao hi5 nao sou muito bom exemplo porque tb uso mais para cheirar e dar a cheirar do que outra coisa).. mas é verdade que desde fazer compras na net com serviços tao seguros como o mbnet até a estas coisas mais pequenas mas simultaneamente tao grandes e que tem um impacto ambiental significativo pela quantidade de recursos gastos que depois tambem tem o seu impacto economico se ve o puto do atraso de vida que e a merda do pais em que vivemos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>