SojaMimosa: onde está a Soja?

SojaMimosa, com 0,023% de Soja

0,023% de extracto de soja, em alguns produtos seria apenas suficiente para uma indicação em letras pequenas “pode conter vestígios de soja”. Para a Mimosa, pelos vistos, justifica um nome de produto, SojaMimosa, que têm esta aparente vantagem: “não sabe a soja”. Bruxo! Com 0,023% de extracto de soja, como é que podia saber.

Fica-se assim a saber que a Soja já é uma mais valia em termos de marketing de produtos relacionados com saúde e vida saudável. Quem, como eu, tem uma filha alérgica à proteína do leite de vaca, espera que este seja o primeiro passo para uma maior oferta de produtos exclusivamente à base de soja, para que se assista a alguma descida dos preços. Entretanto, e como de costume, não se fiem nas letras grandes das embalagens.

8 pensamentos em “SojaMimosa: onde está a Soja?

  1. tenho uma questão. a tua filha é alérgica à lactose? se for isso, e dependendo da idade, pode-se dizer que ela é uma pessoa “normal” visto que os humanos, originalmente, só conseguiam processar o leite nos primeiros tempos de vida.

    uma mutação genética permitiu que passassem a tolerar o leite ao longo de toda a vida. um passo curioso da evolução.

    penso que é assim, corrijam-me se estiver errado.

  2. Existem duas condições bastante diferentes: uma é a intolerância à lactose, que é relativamente normal e normalmente diagnosticada tarde, porque os sintomas não são imediatos e são do foro gastro-intestinal; outra, bastante diferente, é a que atinge a minha filhota, que é a alergia à proteína do leite de vaca. Essa alergia manifesta-se imediatamente após o consumo de lacticínios, com irritações de pele, neste caso. Normalmente, as crianças que sofrem com esta alergia “perdem-na” até aos 5 anos de idade. A alergia não é muito normal mas, no caso da minha filha, fácil de gerir, porque ela própria identifica os produtos que lhe causam alergia e resolve-se com anti-histamínico.
    Já me referiram que a alergia pode indicar uma futura intolerância à lactose.

    Mas não se devem confundir estas 2 condições.

  3. Pois é! Cá por casa já cometemos esse erro… Comprei 12 litros de leite supostamente de soja e descobri que tinha apenas esses vestígios e que ainda por cima era recomendado a “mulheres maduras”… Acabei eu, um macho de 37 anos, a beber essa treta… Durante mais de um mês senti-me uma mulher completa e feliz, pronta para novos projectos…

  4. PUblicidade enganosa, ainda bem q nunca vi isso pq tenho a certeza q já teria apresentado queixa à defesa do consumidor escrito para a Deco.
    Só consumo produtos de marcas confiáveis(sou vegetariana e já conheço os bons).
    Quanto ao leite de vaca, pesquisem para saberem quais os males dessa bebida tão aconselhada e q deveria ser deixada para os bezerros.

    O ser humano é, provavelmente, o único animal que dá continuidade ao consumo de leite após o desmame.
    Tal como nos outros animais, o bebé é alimentado com leite animal, normalmente, até ao seu primeiro ano de vida.
    Após esta fase e, ao contrário do que acontece com os outros animais, é aconselhado o contínuo consumo de leite animal apresentando argumentos em seu benefício que vão desde o auxiliar no crescimento do bebé até ao facto de proporcionar um melhor desenvolvimento e desempenho físico.

    Para mais informação convido para lerem vários artigos:
    http://universoalimentos.blogspot.com/2010/04/e-o-leite.html
    -
    http://universoalimentos.blogspot.com/search/label/leite

    Abraços e sejam mais saudáveis, sejam vegetarianos.

  5. Basically excellent writeup. That the fact is was previously a amusement account this. Glimpse intricate in order to far sent flexible by you! However, exactly how should we keep up to date the communication?

  6. boa tarde gostaria de saber onde comprar sojamimosa e3special para mulheres maduras, uma vez que procuro e não encontro. obrigada

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>