jazz.pt | Fight The Big Bull: All is Gladness in the Kingdom

Fight The Big Bull, All is Gladness in the Kingdom
All is Gladness in the Kingdom, Fight The Big Bull (feat. Steven Bernstein)

CLASSIFICAÇÃO: 5/5

Fight The Big Bull reúne uma enérgica comunidade de músicos criativos de Richmond (Virginia), liderados pelo guitarrista Matt White, que, neste disco, se reúnem a propósito duma intensa colaboração com o trompetista e compositor Steven Bernstein que aceitou o desafio de, em 9 dias, partilhar o máximo possível com toda a comunidade.
A inesperada intensidade descrita por Steven Bernstein transparece claramente no que nos é dado a ouvir. O disco, com o seu colectivo massivo de 7 sopros (3 palhetas + 4 metais), secção rítmica com 2 percussionistas, um contrabaixo e a guitarra eléctrica de Matt White, funciona como uma “máquina” compacta, tão demolidora no groove (o fim de “Mothra” é um bom exemplo) como ágil e subtil nas composições mais espaçosas (como no início de “Sacred Harp”, na intro de sax tenor, ou em “All is Gladness in the Kingdom”, na intro de trompete). E, num exemplo raro para um ensemble desta dimensão, o disco desenrola-se sem que pensemos em nenhum momento numa divisão entre indivíduos solistas e grupo de apoio, apesar dos frequentes solos virtuosísticos que dada a diversidade, nos fazem adivinhar um colectivo construído com base numa forte cumplicidade e solidariedade entre músicos talentosos e possuidores de diferentes personalidades. E o todo, esmaga, clara e positivamente, a soma das partes, num inteligente esforço de composição e arranjo quer de Steven Bernstein, quer de Matt White afirmando Fight The Big Bull como uma referência dum jazz musculado, mas genuinamente ligado às raízes da música comunitária. “Jemima Surrender”, um original de 1970 de J.L. Robertson (The Band), com arranjo de Bernstein ilustra isso mesmo, com os sopros a assumirem, com eficácia, inteligência e humor, papéis clássicos, mas os vários tempos de groove/funk que se vão ouvindo nos momentos mais enérgicos por todo o disco, estabelecem pontes sólidas com vários tempos e géneros da música popular e comunitária.
Com os 6 originais de White, 2 de Bernstein e o arranjo já referido, Fight The Big Bull transporta-nos por uma viagem acelerada e rica, dando uso praticamente completo às possibilidades expressivas dos músicos individuais e do colectivo, com riqueza tímbrica e técnica, com diversidade e rigor rítmico e trilhando com sucesso o rico filão que (re)une o jazz às músicas populares comunitárias urbanas. “Gold Lions”, com a pesada linha de baixo a lembrar um certo rock independente (poderá lembrar Morphine) é um de muitos exemplos dessa vontade de inclusão e, ilustra simultaneamente, o papel relativamente reservado, mas extraordinariamente impactante e eficaz que Matt White reserva para as suas intervenções solistas.
Nem “tudo é felicidade no reino”, sabemo-lo bem, mas ao ouvir “All is Gladness in the Kingdom” torna-se bem evidente que, com felicidade, criatividade, talento e energia, podemos afirmar tal coisa e, por uns minutos— os que dura a fruição do disco—, a afirmação funciona como um decreto.
Quem ouve, agradece.

All is Gladness in the Kingdom, Fight The Big Bull (feat. Steven Bernstein)

Clean Feed, Lisboa, 2010
Gravado em Richmond, Virginia, EUA, 2009

  • Jason Scott sax tenor e alto, clarinete
  • J.C. Kuhl sax tenor, clarinete
  • John Lilley sax tenor
  • Steven Bernstein trompete, slide trompete
  • Bob Miller trompete
  • Reggie Pace trombone
  • Bryan Hooten trombone
  • Matt White guitarra
  • Cameron Ralston contrabaixo
  • Brian Jones percussão
  • Pinson Chanselle trap kit
  • Eddie Prendergast baixo eléctrico (faixa 7)
Texto escrito por João Martins. Depois de revisto e editado por Rui Eduardo Paes, foi publicado no nº 30 da revista jazz.pt. A publicação do texto neste blog tem como principal objectivo promover a revista: compre ou assine a jazz.pt.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>