Uma nova filosofia de vida

Não sei se é mesmo uma “nova filosofia de vida”, mas há dias em que parece que sim. Decidi começar a correr atrás dos meus objectivos. Literalmente. Corro. Farto-me de correr. Uso a corrida como estratégia de organização mental em função das coisas que quero realmente fazer.

Ainda nada mudou radicalmente na minha vida, desde que comecei a fazer isto, mas ainda só corri 230 quilómetros desde que tomei esta decisão, em meados de Outubro. Suponho que os meus objectivos, mesmo os mais modestos, estejam um bocado mais longe do que isso. É justo.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>