Projecto Teares, início da residência artística no Fundão

A primeira manifestação pública do trabalho que recomecei hoje foi em Junho do ano passado, num evento na LX Factory, intitulado Tecer Devagar. E desde esse primeiro encontro entre o meu Contratear e os teares artesanais das Aldeias do Xisto, promovido pela Granular e A Moagem, que o projecto assumia a intenção de criar um novo instrumento, de maiores dimensões e colectivo, construído sobre um desses teares (ou à sua imagem e semelhança).

Hoje, iniciou-se essa fase de construção do novo instrumento, na qual colaborarei com o Gustavo Costa e com o Henrique Fernandes e temos à nossa disposição este tear artesanal, de construção recente:

O tear sobre o qual se construirá o novo instrumento

Além da concepção e construção deste novo instrumento, o desafio do projecto é a construção duma linguagem musical específica, construída sobre as práticas das tecedeiras artesanais, sobre a arquitectura das Aldeias do Xisto e outras referências.

Inquieta-me, sobretudo, o justo equilíbrio entre a natureza específica da máquina-tear, símbolo curioso da industrialização, as suas extensas implicações musicais, que fui descobrindo desde que criei o contratear, e a necessária criação e articulação dum vocabulário musical pertinente e cativante. Felizmente, não estou sozinho. ;)

Tecer Devagar

No próximo dia 20 de Junho, sábado, vou participar no Tecer Devagar, uma mostra organizada pelas Aldeias do Xisto na LX Factory, mais concretamente, no espaço da Ler Devagar. A minha participação relaciona-se directamente com a exposição Tapetes Mágicos, que resulta da parceria entre o designer Bruno Carvalho e as tecedeiras da Flor do Linho, em Boga do Meio: vou fazer um concerto de Contratear, que será o primeiro passo visível dum processo que levará à construção dum novo instrumento híbrido, resultante da colaboração com as tecedeiras de Boga do Meio e de Janeiro de Cima, com quem estou a aprender muito sobre teares e que me estão a ajudar a ter ideias interessantes, nestes dois dias em que estou em residência, aqui, por terras do Fundão.

Quem não conhece o Contratear achará isto tudo muito estranho, por isso, republica-se aqui uma amostra deste instrumento que concebi em 2005:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=6BYvKH336_4[/youtube]

Com esta residência, que serve também para a recolha de sons e imagens que usarei neste concerto na LX Factory, inicia-se um processo de colaboração com A Moagem – Cidade do Engenho e das Artes, através do qual será criado um novo instrumento/dispositivo de maiores dimensões e complexidade e que explorará de forma mais aprofundada as potencialidades destes engenhos têxteis como dispositivos sonoros.

O concerto, às 22h00, no dia 20 de Junho, sábado, na Ler Devagar (LX Factory) é uma co-produção Miguel Rainha / Granular.

Apareçam!