O Verdadeiro Poder das Artes Performativas, Ben Cameron

Conferência TED de Ben Cameron, de Fevereiro de 2010.

Um interessante paralelo entre o momento actual das Artes Performativas, face à democratização dos meios de criação, difusão e consumo e a Reforma Protestante do século XVI. E uma defesa apaixonada do papel das artes na construção dum mundo mais equilibrado em tempos conturbados.

Um novo espaço em Aveiro: PerFormas, Estúdio de Artes Performativas

A partir de 31 de Outubro apresenta-se à cidade de Aveiro um novo espaço dedicado às artes performativas: o Estúdio PerFormas. E há várias razões para estar entusiasmado:

  • um novo espaço, seja onde for, significa espaço para mais projectos, mais dinâmicas, mais opções…
  • um espaço que recupera (uma parte d)um edifício com a carga simbólica do Cine-Teatro Avenida para as Artes Performativas e, assim, para o público e para a cultura, presta serviço público
  • um espaço e um projecto que sente a urgência de começar “ainda em obras…”, tem energia (de que vai precisar)
  • um projecto que se constrói de novo, mas que pode recorrer a experiências anteriores para (re)conhecer percursos “condenados”, pode, mais facilmente, evitar o fracasso— para quem não souber, o Estúdio PerFormas é uma “reencarnação” do ACTO – Instituto de Arte Dramática, de Estarreja, que se “consumou” há um ano atrás, para usar as palavras do José Filipe Pereira

Assim sendo, temos, como cidadãos, razões não só para estar entusiasmados mas, também,  expectantes face à oferta que nos é feita e à responsabilidade que nos cabe, como público e agente dinamizador.

A programação “ainda em obras…” está em cartazes espalhados pela cidade (ainda não viu?), no site e no blog (ambos ainda em obras, também).

Da minha parte, quando voltar de Bruxelas, vou lá espreitar o que se pode fazer no 2º balcão do Cine-Teatro Avenida e começar a pensar que propostas poderei fazer ao Estúdio PerFormas para participar brevemente nesta dinâmica que acho fundamental.

Cartaz do