Estou de volta

Regressei de Bruxelas com uma sensação indescritível de realização pessoal e profissional.

A sequência de performances Granular meets PARTS foi um sucesso a todos os níveis: o nível geral da realização artística, a aprendizagem e intercâmbio intensivos com 5 músicos tão criativos como talentosos, a camaradagem (sentimento que, apesar de “antigo” não está nada gasto)… e mesmo a reacção entusiástica do público e dos promotores, deixaram-me “completo” e com muito para “digerir”.

De tal forma que, depois de uma viagem algo cansativa de Bruxelas a Lisboa, falhei o meu plano de dormir no comboio entre Lisboa e o Porto apenas por ter experimentado começar a ouvir uma das gravações e não ter conseguido deixar de ouvir tudo até ao fim.

Voltarei a este assunto em breve, com fotografias, talvez uns minutos de áudio e algumas reflexões a propósito.

Para já, um abraço apertado aos generosos músicos e meus novos amigos Nuno Rebelo, Emídio Buchinho, Miguel Cabral, Ricardo Freitas e Ulrich Mitzlaff. E um agradecimento à direcção da Granular por se ter lembrado de mim para esta aventura.

PARTS + GRANULAR @ BOZAR (Bruxelas)

P.A.R.T.S.
Performing Arts Research and Training Studios

+ Granular
@ BOZAR – Palais des Beaux-Arts, Bruxelles

P.A.R.T.S.:
David Zambrano coreógrafo, Nicholas Tiishang Aphane dança, Salka Ardal Rosengren dança, Jos Baker dança, Marcus Baldemar dança, Gilad Ben Ari dança, Aron Blom dança, Fanny Broyaux dança, Young-seung Choi dança, Soo – jin Chun dança, Ludvig Daae dança, Stanislav Dobak dança, Frédérique Dom dança, Mikko Hyvönen dança, Anneleen Keppens dança, Thibault Lac dança, Cecilia Lisa Eliceche dança, Dawid Lorenc dança, Steven Michel dança, Csaba Molnar dança, Sarah Beth Percival dança, Eleni Pierides dança, Jonathan Pranlas dança, Guo Rui dança, Peter Þavel dança, Maria Silva dança, Fanny Skura dança, Noé Soulier dança, Artemis Stavridi Artemis dança, Marco Torrice dança, Anaïs Van Eycken dança, Petra Van Gompel dança, Stav Yeini dança, Elisa Yvelin dança

Granular Ensemble:
Nuno Rebelo
electrónicas, guitarra, Emídio Buchinho electrónicas, guitarra, Miguel Cabral objectos, electrónicas, percussão, Ulrich Mitzlaff violoncelo, electrónicas, João Martins objectos, electrónicas, saxofones, Ricardo Freitas baixo eléctrico

A performance resulta do sucesso da parceria já testada no Festival Alkantara 2006 e está integrada no Festival “Portugal And The World” que começou a 9 de Outubro e se prolonga até 3 de Fevereiro de 2008, no Palais des Beaux Art de Bruxelas (BOZAR).