Momentos altos do dia

Olhar para a Maria, que está quase a fazer 4 meses, e perder a noção do tempo. Fazê-la rir, dar-lhe banho, espalhar creme nas coxas gordinhas e na cara, trocar fraldas, adormecê-la… deitá-la de barriga para baixo no tapete de brincadeiras e vê-la levantar a cabeça e os ombros, fincar os joelhos e abanar os bracitos, como se fosse a nadar… falar com ela, ouvi-la a descobrir sons… deixá-la a brincar com a minha mão, com um ar espantado… dar-lhe colinho… vê-la a dormir.

Não há nada parecido com isto.