Parques de Campismo — aceitam-se sugestões

A nossa família nuclear está pronta para se estrear na qualidade de “campista”. Somos 3, a Maria fez 3 anos em Maio, temos uma tenda de campismo nova, daquelas fáceis de montar e desmontar, um daqueles sacos-cama com colchão muito burgueses e vontade de começar com experiências curtas, de fim-de-semana, para ver como nos ajustamos todos à condição de campistas em família. Como já lá vai muito tempo desde as nossa últimas aventuras campistas, sozinhos ou como casal e as circunstâncias mudaram bastante, aceitamos, procuramos e agradecemos sugestões de parques de campismo simpáticos para essas experiências.

Podem deixar aqui na caixa de comentários as vossas sugestões, preferencialmente positivas, mas negativas também podem ser úteis. Falem-nos de Parques de Campismo onde tenham estado ou que conheçam, mas falem-nos também das vossas experiências e de coisas que nos possam ser úteis e que podemos estar a esquecer. Todas as vossas contribuições serão bem-vindas. E o resultado das sugestões e das nossas aventuras hão-de vir cá parar.

Para já, procuramos locais em território nacional (continente) e, eventualmente, zonas em Espanha, próximas da fronteira. A ideia é que sejam locais a que possamos chegar facilmente (partimos de e regressamos para Aveiro, de carro).

Obrigado.

Férias marcadas

Na próxima segunda-feira, dia 20, parto de férias em família. Férias bem merecidas e necessárias num sítio que não nos podia ter recebido melhor: “precisamos de vos avisar que, uma vez que só temos energia por recurso a painéis solares, há algumas restrições na utilização de aparelhos eléctricos”.

Para gente como nós, isto sim, são férias.

Depois, poderei partilhar convosco o destino e algumas impressões pertinentes. Mas também pode acontecer que o sítio seja um daqueles bom demais para partilhar. Se assim for, azar. Quem precisar mesmo, mesmo muito e me conheça suficientemente bem, sabe sempre o que tem a fazer para aceder a esta informação.

Mesmo no fim destas férias, no dia 25, encontro-me com o Henrique, o Gustavo e o Luís em Lisboa, para um concerto de Lost Gorbachevs na ZDB, em Lisboa. Para voltar ao mundo real com um “estrondo”. ;) E volto ao Porto para as comemorações do Dia Mundial da Música (1) (2) que, este ano, envolvem a Casa da Música e esse mega centro de produção musical portuense que é o Centro Comercial Stop.

Mas sobre isso e outros projectos próximos, ainda vou dizer mais qualquer coisa.