What’s he building in there?

What the hell is he building in there?

Pergunta o Tom Waits numa das suas canções. Este mês de Agosto é um mês de estranhas construções. Com um intervalinho de tempo, talvez vos mostre o que estou a fazer e que mobiliza os meus esforços de projectista, carpinteiro, programador, músico e designer. ;)

Aceitam-se palpites.

Realização pessoal instantânea?

Andas à procura duma forma instantânea de te sentires realizado, satisfeito contigo mesmo e com a auto-estima lá em cima? Pega numa vassoura e varre a praia de cotão que deixaste acumular debaixo da cama, ou vai tratar da pilha de louça suja que deixaste acumular na cozinha ou pega num pano e limpa a tua área de trabalho, passando a limpo e arrumando as notas que são para guardar e pondo no lixo os papéis amarrotados que deixaste acumular à tua volta. Ou pega numa daquelas coisas simples que tens para fazer, mas que foste adiando precisamente por ser simples e poder ser feita em qualquer altura e faz.

Os exemplos são vários e devem ser adaptados às necessidades reais do teu habitat pessoal e ao estado actual da tua auto-estima, mas actividades simples, muito objectivas, com impacto real a curtíssimo prazo, podem ter um impacto gigantesco num dia de menos entusiasmo e/ou num período de demasiada auto-complacência contra-produtiva.

Acima de tudo, não deixes as coisas chegarem ao ponto de teres que passar uma parte significativa da manhã em tarefas domésticas só para ficares de consciência tranquila. ;)

Nota para artigo futuro: implicações da gestão das tarefas domésticas na vida de quem trabalha em casa, com reflexão sobre as particularidades de casais em que ambos trabalham em casa.